Sinopse:Nascido em 1986, ano de lançamento de importantes álbuns do rock nacional, o disco Cabeça de dinossauro foi um marco, tanto para a cena musical quanto para os próprios Titãs. Em sonoridade, temática, estilo. A crítica social pautando as faixas, já não pela primeira vez. A pluralidade, fruto da natureza investigativa da banda, é jogada na nossa cara: rock, punk, funk, reggae. Estilos diferentes, mas com marcas reconhecíveis. Ao backing vocals, gritados e precisos, pontuando as faixas, por
Tinta Negra
Product ID: 4041
Product SKU: 4041
New In stock />
CADA UM POR SI E DEUS CONTRA TODOS

CADA UM POR SI E DEUS CONTRA TODOS

Marca: Tinta Negra Referência: 9788559080063 Data de Lançamento: 14/07/2020

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete

Sinopse:


Nascido em 1986, ano de lançamento de importantes álbuns do rock nacional, o disco Cabeça de dinossauro foi um marco, tanto para a cena musical quanto para os próprios Titãs. Em sonoridade, temática, estilo. A crítica social pautando as faixas, já não pela primeira vez. A pluralidade, fruto da natureza investigativa da banda, é jogada na nossa cara: rock, punk, funk, reggae. Estilos diferentes, mas com marcas reconhecíveis. Ao backing vocals, gritados e precisos, pontuando as faixas, por exemplo, mostravam uma personalidade, mesmo que escoando para diversos lados; prova de que, independentemente da expressão, quando existe verdade, de uma forma ou de outra, ela acaba nítida na obra.
Não é mero acaso, portanto, que aqui você se depare com estilos conflitantes, linguagem menos ou mais fluida, agressiva ou lírica, afetuosa ou antipática. As vezes direta. As vezes difícil de entender. Cada um por si e Deus contra todos ? Cabeça de Dinossauro, o livro é uma publicação tributo, escrita por treze autores de diferentes estilos, todos em alguma medida afetados por esse disco, que comemora 30 anos em 2016. Absurdo e niilismo em ?Bichos escrotos?. Aqui, é reggae; ali é punk. Ou maracatu. Violência de Carnaval em ?Cabeça Dinossauro?. ?AA UU? e as relações trabalhistas. Experimentalismo ou não. ?Igreja? numa levada de diário pessoal. Um terreiro de candomblé para falar de ?Política?. Sexo em ?A face do destruidor?. Raiva, humor e afeto. Tudo no mesmo pacote. 
Não pule faixas. Não tape os ouvidos. Deslize por elas como a agulha da vitrola. Bote a cara para levar 13 porradas no máximo volume possível. Esperamos que você saia com alguns hematomas.




Temas:
Não-Ficção, Entreterimento, Música, Teoria, Crítica, História, Literatura, Criticismo

Gênero:
Nacional
 

Literatura:
Juvenil - Adulto 
 

Autor:
Andre Tartarini

Páginas:
240

Acabamento:

Brochura


ISBN:
9788559080254

Ano de Edição:
2018


Idioma:
Português 

 

Produto Digital:
Não


Dimensões:
14,3 x 21



Autor:

André Tartarini é um escritor carioca que lançou, em 2008, o seu primeiro livro. De lá pra cá, publicou textos soltos, trabalhou em roteiros, participou e organizou várias coletâneas de contos com diversos autores e autoras nacionais.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características



    Confira também