Sinopse: Na obra Contos Satíricos do Conselheiro XX, organizada por Aline Haluch, Humberto de Campos, nos presenteia com excelentes crônicas, às quais deu o nome de contos satíricos. Em suas crônicas, é comum a presença de aspectos humorístico, crítico e irônico. Em Contos Satíricos do Conselheiro XX, Campos tem uma forma cirúrgica, com lirismo, sarcasmo e peculiar de narrar o cotidiano e seus costumes, traz no bojo de suas crônicas a crítica social e política, o humor e a ironia, o tom dramá
Tinta Negra
Product ID: 3322
Product SKU: 3322
New In stock />
Humberto de Campos - Contos Satíricos do Conselheiro XX

Humberto de Campos - Contos Satíricos do Conselheiro XX

Marca: Tinta Negra Referência: 9788563876584 Data de Lançamento: 22/11/2018

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete

Sinopse:

Na obra Contos Satíricos do Conselheiro XX, organizada por Aline Haluch, Humberto de Campos, nos presenteia com excelentes crônicas, às quais deu o nome de contos satíricos.

Em suas crônicas, é comum a presença de aspectos humorístico, crítico e irônico.

Em Contos Satíricos do Conselheiro XX, Campos tem uma forma cirúrgica, com lirismo, sarcasmo e peculiar de narrar o cotidiano e seus costumes, traz no bojo de suas crônicas a crítica social e política, o humor e a ironia, o tom dramático e/ou confessional, característico em sua obra. Vale ressaltar que a anedota e a metáfora são frequentes em suas crônicas.

Humberto, nos Contos Satíricos, assina com o pseudônimo de Conselheiro XX, utilizado na revista masculina A Maçã, por meio de temas picantes e em casos anedóticos.


Temas:

Ficção, mistério e fantasia
 

Gênero:

Conto, Crônicas

 

Literatura:

Brasileira

 

Organizadora:
Aline Haluch

Autor:

Humberto de Campos

Projeto Gráfico:

Studio Creamcrackers

 

Páginas:

304

 

Acabamento:

Brochura

 

ISBN:

9788563876584

 

Ano de Edição:

2014

 

Idioma:

Português

 

Produto Digital:

Não

 

Dimensões:

14 x 21 cm

 

Editora:

Tinta Negra

Sobre a Autor:

Humberto de Campos Veras nasceu em Miritiba, atual Humberto de Campos, Maranhão, em 1886. Autodidata, escreveu quarenta volumes que abrangem poesia, contos, crônicas, memórias, crítica literária e artigos para jornais e revistas.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira também